domingo, 24 de julho de 2011

ESCALA CLARA OU ESCURA, QUAL A MELHOR?

O título deste texto levanta uma dúvida bastante freqüente entre os instrumentistas de cordas. Sua resposta, porém, é um tanto imprecisa no que diz respeito a características sonoras. Isso porque a cor da escala não determina em nada o som do instrumento - da mesma forma que a cor de um carro não interfere na qualidade de seu motor, por exemplo.

O que de fato conta, nesta questão, são as características físicas da escala. Quando feitas com madeiras macias, com os poros e veios mais abertos, favorecem os médios e graves. Já as madeiras duras e pesadas destacam os agudos.

Para elucidar a questão, vale lembrar uma aula que tive no curso de lutheria da universidade estadual de música Tom Jobim (ULM). Na ocasião, meu saudoso mestre Eduardo Ladessa fez uma comparação bastante interessante e esclarecedora sobre o assunto: “Imagine uma corda de aço com as extremidades presas em uma chapa de inox. Ao percuti-la, o som produzido será um tanto estridente. Já, se estiver presa em um pedaço de isopor, o som não terá tanto brilho. Aliás, será mais grave ...O mesmo efeito acontece com as madeiras, porém em menor proporção, claro”, explicou.

Assim, fica mais do que claro que madeiras de cores diferentes podem proporcionar as mesmas características sonoras, pois o que rege o timbre são as propriedades físicas da madeira - e não estéticas. Portanto espécies de cores parecidas podem produzir timbres distintos.

Vamos usar o seguinte exemplo para facilitar o entendimento: visualmente o maple e o pau-marfim são madeiras bastante parecidas. Entretanto, a primeira é leve e porosa, enquanto a segunda – como o próprio nome sugere – é dura e pesada (aliás, com densidade similar à do jacarandá, que, por sua vez, é uma espécie escura). Desta forma, apesar de serem similares, o maple e o pau-marfim proporcionam sonoridades diferentes.

Cuidados

Deixando a questão do timbre um pouco de lado, o músico deve estar bem ciente quanto aos cuidados específicos da cor de sua escala. Ao contrário das outras peças de um instrumento, esta é a única parte que não é envernizada, portanto necessita de atenção especial.

Escalas claras, obviamente, sujam em menos tempo de uso do que as escuras. É bom ressaltar que as madeiras mais porosas, se não estiverem envernizadas, acumularão mais sujeira e gordura do que as mais duras e de veios bem fechados.

Portanto, se tiver que escolher entre o maple e o pau-marfim (ambas claras), a dica é optar pela segunda, que é mais densa e com os veios mais fechados, desde que você não se importe em ser contemplado com um timbre levemente mais agudo e definido.

Porém, as escalas claras não são as únicas que necessitam de cuidados especiais. Madeiras de cores vibrantes, como o pau-brasil, muirapiranga, Sebastião de arruda e o roxinho, oxidam e escurecem dependendo da acidez do suor da mão do músico. Geralmente as regiões mais tocadas ficam acinzentadas com o tempo, mas nada que uma boa lixa fina não resolva a questão estética.

Abraço e até a próxima!

12 comentários:

  1. Outro ótimo artigo!! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  2. Opa, Gabriel!!
    Fico feliz que tenha gostado.
    Continue visitando o blog
    Abraços
    Vitor

    ResponderExcluir
  3. eu estou um pouco atrasado, mas se possivel né rsrsrsrs.. por que as guitarras de escalas claras tem o braço mais gordo?? ou isso é só impressão minha? Obrigado..

    ResponderExcluir
  4. Opa, amigo anônimo!
    Tudo certo?
    Acredito que seja apenas impressão.
    A espessura do braço varia, na verdade, de acordo com a marca e com o formato do tipo de curvatura do braço.
    Mas, em geral,os instrumentos com escala clara são feitos em maple, uma madeira macia, o que requer um volume maior de madeira da escala do que uma peça em ébano (madeira dura e escura). Pelo fato de o ébano ser bem mais resistente que o maple é possível fazer escalas mais finas com a conceituada madeira africana. Talvez por isso você tenha tido essa impressão.
    Obrigado pelo comentário.
    Abraço
    Vitor Gomes

    ResponderExcluir
  5. olá amigo....vou tocar esse estilo mais funk, black music....tu acha que escala clara seria uma boa pedida???...desde já grato e parabens pelo otimo post

    ResponderExcluir
  6. Olá, amigo anônimo!
    Tudo certo?
    Conforme tratamos neste texto, a cor da madeira não influi no som!
    Mas se você deseja uma escala clara, uma boa opção para o estilo de música que você toca (Funk) é o pau-marfim, uma madeira dura, densa e nacional. Uma dica é aplicar um verniz a base de poliéster ou poliuretano, para evitar que a escala fique suja em pouco tempo de uso.
    Faça este trabalho em um luthier de confiança, que seja profissional e que tenha estudado luteria de preferência em escolas públicas.
    Abraço e boa sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MUITO GRATO MEU AMIGO....OTIMAS DICAS

      Excluir
  7. Boa tarde Vitor!

    Ótimo artigo, pra mim nessa hora dificil! rsrsrs

    Minha guitarra ( TAGIMA 635 ) deu um problema no braço e meu Luthier disse que se plainar mais uma vez vai ficar fino demais o braço.

    O braço dela é PAU MARFIM, mas gostaria de colocar um braço no padrão FENDER. Li em várias lugares que é usada MAPLE.

    Qual a diferença ( de timbre ) entre o braço ter ONE PIECE ou ter a Escala colada?

    Outra dúvida: preciso comprar de um lugar CONFIÁVEL, que façam braços originais... conhece algum pra me indicar?

    Vlw

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Richard.
      Eu trabalho com construção de braços, inclusive no padrão Fender.
      Recomendo braços com escala colada, de preferência em rosewood ou outros tipos de jacarandá.
      Abraço

      Excluir
  8. E ai jovem, pode me tirar uma duvida?

    Tenho visto braços com rosewood mais escuro e rosewood mais claro isso influencia no timbre do instrumento?

    Ouvi dizer que esse rosewood mais claro é de baixa qualidade e qnto mais escuro melhor, isso é verdade?

    Obs: falo de e rosewood mesmo e ñ de maple.

    Att: Paulo

    ResponderExcluir
  9. galera alguém conhece o baixo jazz bass da Auburn? Compro na net por 419,00 Sera que presta?

    ResponderExcluir
  10. Parabéns. Ótimo texto. Estou com uma dúvida aqui. Poderia me ajudar? Vou fazer uma guitarra com um luthier e gostaria que a escala fosse clara. Por motivos pessoais, gostaria que fosse em grapia (ou garapa). Quais são as características desta madeira para a escala?

    ResponderExcluir